Quem Somos

 

 

Associação de Pais e Amigos dos Autistas de Praia Grande “Semear e Crescer”

É uma associação de direito privado, constituída por tempo indeterminado, sem fins
lucrativos, de caráter organizacional, assistencial, promocional, recreativo e
educacional com a finalidade de atender a todos que a ela se dirigirem, independente
de classe social, nacionalidade, sexo, etnia, cor ou crença religiosa. Apresenta como
objetivo social atender indivíduos com o Transtorno do Espectro do Autismo, de
qualquer faixa etária, nas dimensões que correspondam à saúde e a educação, de
modo multiprofissional, bem como dar suporte às suas famílias, em cumprimento a Lei 12. 764 de 27/12/2012.

 

OBJETIVO

A associação tem como finalidades:
I. Desenvolver um trabalho de avaliação, acompanhamento, intervenção,
de caráter multiprofissional (psicólogos, psicopedagogos,
fisioterapeuta, fonoaudiólogo, entre outros) a indivíduos com
Transtornos do Espectro do Autismo, em local próprio, com
profissionais especializados, oferecendo atividades extracurriculares,
acompanhamentos e intervenções fora do horário escolar,
possibilitando assim que esses cidadãos tenham um local especifico
para se desenvolverem continuamente, além do âmbito escolar.
II. Ampliar o atendimento às famílias (pais, irmãos,
responsáveis) por meio de apoio psicoterapêutico;
III. Contribuir para a conscientização dos pais, família e
toda sociedade, em forma de apoio e assessoramento
multidisciplinar, corroborando assim para a construção
de uma sociedade inclusiva, mais justa e menos
desigual.

 

DIFERENCIAL DO ATENDIMENTO

Equipe multidisciplinar e pedagógica trabalhando em conjunto no mesmo local/sem
deslocamento do usuário.
Técnicas de estimulação, alfabetização e
avaliação totalmente desenvolvidas ao
Autismo.
Reabilitação para adultos autistas.
Acolhimento familiar com orientações e
acesso a equipe.
Plano de trabalho individual/Capacitação p/
profissionais da educação e saúde.
45 minutos de atendimento p/ cada
especialidade.

 

JUSTIFICATIVA

 

As limitações provocas pelo TEA, bem como o
despreparo das famílias, serviços de saúde e
escolas para o relacionamento e cuidados com as
pessoas que apresentam tal necessidade,
demonstram a urgência de tratamento
especializado, visando minimizar os sintomas
causados pela deficiência.
O Projeto visa atender em duas vertentes de
trabalho que estão associadas, portanto,
interagentes e interdependentes: uma com foco na
saúde e outra na educação.

 

SAÚDE
Objetiva o atendimento da pessoa com TEA, nas
seguintes necessidades:
Diagnóstico precoce, ainda que não definitivo;
Informações que auxiliem no diagnóstico e no
tratamento;
Medicação;
Nutrição adequada e a terapia nutricional;
Atendimento multiprofissional.
Fonoaudiologia, Terapia Ocupacional,
Psicologia, Odontologia, Musicoterapia,
Fisioterapia, Enfermagem, Técnico de
Enfermagem, Psicomotricista e
Serviço Social (trabalho com as famílias);
Neurologia, Neuropediatria, Homeopatia e
Nutricionista (estes profissionais poderão
atender duas vezes por mês na Instituição).

 

EDUCAÇÃO
O Projeto Político Pedagógico da Semear privilegia
a escolarização das pessoas com TEA por meio de
projetos e temas geradores que incluam AVDs
(Atividades de Vida Diárias), AVPs (Atividades de Vida
Prática) e os referenciais curriculares do PPP da
SEMEC, construindo Planos de Atendimentos
Individualizados – Currículos Adaptados ou Funcionais
– de acordo com as necessidades e potencialidades
de cada aluno.
Pedagogos (com função de orientação educacional
e coordenação pedagógica);
Professores de: Educação Artística, Educação
Física,
Apoio Especializado (Mediadores) e Especialistas
em Educação Especial; Psicopedagogos;
Recreadores e Inspetores Cuidadores, além da
equipe administrativa e de apoio comum às
Unidades Escolares.

Saúde e Educação
A avaliação multiprofissional deverá estabelecer
qual a prioridade dos atendimentos e qual o fio
condutor para desenvolver a proposta de
intervenção educacional e clínica;
A Instituição tem um turno de 12 horas de
atendimentos;